17 10 / 2014

Há muitos anos que eu tenho cabelo colorido - desde 2005 pra ser mais exata. Já usei papel crepom, tinta de farmácia, anilina, violeta genciana, tinta fantasia nacional e importada.

Enfim, quem me acompanha ~~minha super vida mega famosa né~~ sabe que já tive todas as cores (menos verde. não curto). Esse ano eu dei uma parada no platinado.

Primeira pergunta das pessoas é COMO VC CONSEGUIU DEIXAR BRANCO?

Assim, gente, resumindo: PACIÊNCIA. E muito, muuuuuito cuidado pq pra perder cabelo não se paga imposto, viu. 2013 foi assim na minha vida capilar:

A primeira foto da segunda linha, vocês podem notar que ele tá um amarelo ovo feio. Entendam: vocês vão passar por essa fase e sim, ela vai durar. O que acontece é que não se sai de um laranja pro platinado assim simplesmente divando. Eu usei descolorante duas vezes, com intervalo de 1 semana. Aí queria deixar loiro pra recuperar, e usei uma tinta 12 da Igora com um tal de ultra clareador da mesma marca: pior merda que já fiz. Deixou meu cabelo esverdeado (procura no google que existe muita gente falando desse errinho de pintura). Ficou ressecado, feio, uma gosma. Mas óbvio: aprendi na marra a ser paciente. Esperei cerca de 1 mês até recuperar ele, na base da hidratação (usei bastante Glicopan Pet - taca no Google). Foi quando pintei de roxo pra disfarçar, afinal, o roxo anula o amarelo e abre alas pro branco.

Dito e feito. Dali, com cor e recuperando aos poucos, consegui partir pro platinado. Observe: tive que cortar o cabelo por causa da quebra da primeira burrice com a Igora lá. Mas aproveitei pra fazer um corte ~modernoso~. Uma descoloração + hidratação com VG depois:

O roxo ainda dava as caras mas até que eu gostava. Mas daí em diante foi só rumo ao platinadão. Porém… ETA GIOVANA, que (falta de) corzinha difícil: primeiro que você nunca tá satisfeita; segundo que o branco do vizinho é sempre mais branco; terceiro que ele amarela mais rápido que banana fora da geladeira; quarto que sei lá, bate a nostalgia do colorido sabe?

Aí essa semana tava eu ali, sem nada pra fazer e com dinheiro na mão, encomendei a minha Lagoon Blue da Directions e só vai chegar daqui 1 semana… Passei numa lojinha de cosméticos com a ideia de deixar o loiro mais cinza e catei um produto que vi algumas pessoas indicando: Keraton Banho de Brilho.

Veja bem, é GRAFITE, não o PRATA. Na caixa diz pra deixar meia hora. Passei puro, deixei 1 hora. Minha base tava como lá na primeira foto. Não era a intenção, mas o resultado foi esse:

Sabe que por fim eu gostei?
O produto tem um cheirinho bom, super hidratou meu cabelo e deu um brilho! Amei! Indico.

Dúvidas, deixa aí nos comentários que respondo! ;)



30 9 / 2014

Hoje é dia de fazer o último login e dar adeus à rede social que se encerrou neste momento.

_____________________@____@
___________@@@_____@_____@________@@@
_________@_____@____@_____@______@____@
_________@_____@____@_____@_____@_____@
__________@_____@___@_____@____@_____@
__________@_____@___@______@___@____@
__@@_____@_____@___@______@__@____@
_@___@____@_____@__@______@_@_____@
@_____@____@______@_@______@______@______@@@
_@_____@____@______@________________@_@@______@
_@_______@_@_____________________________________@
___@____________________________________________@
____@_________________ADEUS,__________________@
_______@______________ORKUT!________________@
_________@_________________________________@
___________@____________________________@
_____________@_________________________@
______________@_______________________@

O Orkut foi criado em 2004 e era febre entre os brasileiros. Todos vocês já tiveram um perfil lá (se não teve, estava em coma ou isolado em alguma ilha deserta). Como boas nostálgicas que somos, estivemos por lá resgatando nossas fotos e dignidade. Infelizmente não foi possível completar o download da nossa dignidade, então vamos lembrar só das fotos mesmo. Observe como parecíamos blogueiras de moda e agora parecemos… não sei, vocês decidem. Eu chuto um bando de loucas, apenas:

Essa foto é do prêmio TopBlog 2010, onde ganhamos o 3° lugar no júri popular da categoria Humor (foi a única coisa que ganhamos na vida, e nem tinha troféuzinho). Nos círculos, nossas carinhas atuais. Acho que só a Samara continua linda daí viu. Mentira, somos todas divas.

Já essa foto foi horas depois, em comemoração na Bella Paulista. Um dia épico! Saudades de reunir esses amigos… Da esquerda pra direita: Marielle, Carol, Alessandro, Samara, Bru Bastos, Malu, eu (Alice) e Ju Minako. SAUDADE é pouco pra definir essa foto.

O TPM começou em março de 2010 e subiu rapidamente com a ajuda de muita gente foda (e outras nem tanto ~COFCOF~). Na época do TopBlog, ganhamos 3° lugar com júri popular tendo apenas 7 meses de existência, o que nos deixou muito felizes. Perdemos pro Bebida Liberada (o que acho injusto por que deveria ser categoria alcoólica tá). Tem até vídeo de agradecimento, gente!


Pipo, seu fofo!
Marina, eu te amo!
Dê, te amo!
PAI, TE AMO!

O post de agradecimento original ainda dá pra ler no arquivo do TPM aqui. Acho que nunca vai ser suficiente o tanto de agradecimentos que fizermos pra todos que sempre nos ajudaram no blog, seja na divulgação, seja nas postagens. Samara sempre foi nossa linda produtora, Alê mandando bem nas tirinhas, Edu Nunes com as notícias, e todos os leitores e amigos que participaram como convidados. É muita gente e muito amor



30 5 / 2014

Ontem fui assistir à estréia de Maleficient (Malévola), filme que eu já estava esperando desde os primeiros boatos de produção. Primeiro, por ser da Disney, segundo por se tratar de uma vilã, terceiro por que Jolie é Jolie.

Mas antes de falar do filme, vamos falar de suas origens. Vocês sabiam que a primeira aparição dessa história foi em um romance anônimo composto por volta de 1330 na França, onde a princesa adormecida é acordada após ser estuprada, e não por um beijo? (Sim, Disney sempre muito polêmica embelezando histórias bizarras). Depois os Grimm fizeram sua versão, onde uma fada má dava as caras mas ainda sem nome. Malévola foi praticamente uma invenção da Disney mesmo.

Ok, agora sobre o filme. Malévola é fruto de uma nova safra da Disney que repensa seus clássicos para educação de uma nova geração, descartando arquétipos de princesas frágeis e heróis galopantes que salvam o dia com um beijo. A Disney vem desconstruindo a ideia de príncipe encantado (lembram de Valente e Alice no País das Maravilhas?). Malévola vem nessa onda também. Tanto Malévola quando Aurora são mulheres donas de si, que decidem seu próprio destino.

Resumão: O filme conta a história da bruxa que amaldiçoou a Bela Adormecida, em uma história anterior ao desenho de 1959, e explica os motivos da maldade de Malévola e muda um pouco o roteiro do clássico infantil. Praticamente um prólogo.

Malévola é uma fada muito poderosa que vive em Moors, reino vizinho dos humanos, que vivem querendo destruir os seres mágicos (Nenhuma novidade, são sempre os humanos cagando a coisa toda, já notaram? Enfim.). Aí ela se apaixona por um humano, que (óbvio) trai sua confiança pela ambição de ser rei, e então a trama toda se desenvolve: o ódio de Malévola, a vingança, a maldição contra a filha do então rei.
Porém, o filme se concentra nos 16 anos entre o batizado de Aurora e o dia que a maldição cai sob ela, e toda a relação construída entre vilã e mocinha. A parte final trata muito mais sobre amizade e outras formas de “amor verdadeiro” além daquelas que oferecem os príncipes encantados.

Minha opinião: Malévola arrasa. Seja no visual bapho, seja na nova perspectiva da história. Jolie brilha muito no papel, soube pontuar cada fala, cada detalhe da personagem. Os figurinos são lindos e fazem jus ao desenho, e o visual do filme é incrível! Não é a toa, já que o diretor Robert Stromberg ganhou o Oscar de direção de arte pelos filmes Alice no País das Maravilhas e Avatar.

Vi muitas críticas ruins ao filme e a construção da personagem. Eu, sinceramente, amei. Achei linda essa explicação da origem da maldade de Malévola, e quase chorei com o final. Não, não vou dar spoiler!
O visual é de arrebentar, assista em 3D! Eu saí do cinema deslumbrada.


Angelina sobre as críticas ruins de vocês.

PS: A cena em que Angelina Jolie contracena com a filha Vivienne Jolie-Pitt é uma das melhores do filme todo. Dá pra ver a intimidade das duas no olhar da loirinha, e era exatamente isso que o diretor queria para a maneira como Aurora vê Malévola: sem medo nenhum.

E aí, quem já assistiu? O que acharam?



19 5 / 2014

Recentemente adquiri um novo animalzinho. Sempre fui apaixonada por cães e gatos, mas atualmente me encontro incapacitada de estar na companhia permanente de alguma dessas duas espécimes. Não consigo conviver muito bem com pássaros porque fico querendo libertá-los (a louca do Greenpeace) e eu até acho peixes bonitinhos, mas aquário é mais um acessório de decoração do que propriamente uma companhia.

Observando as atuais condições e a disponibilidade do petshop (que não tinha em estoque um panda vermelho ou um dragão-branco-dos-olhos-azuis), resolvi me aventurar por terrenos até então desconhecidos e pegar um HAMSTERZINHO para criar, ou melhor, uma HAMSTERZINHA.

Com vocês: Lady Sansa Stark:

Para quem acompanha Game of Thrones, segue aí a explicação da escolha do nome: ela é meio ruiva, ela era a mais lerdinha da turma e ela meio que vive em uma gaiola.

Bom, como eu ia dizendo, ter uma fofurinha dessas foi uma das coisas mais legais que me aconteceram nos últimos tempos. Vou listar agora 5 coisas legais sobre ter um hamster:

Não tô brincando, observar eles comendo com aquelas mãozinhas habilidosas e ver como eles guardam um monte de comida na boca para simplesmente deixar em outro lugar algum tempo depois é uma das coisas mais fofas que a natureza te propiciará observar.

Quando você adota um hamsterzinho, o veterinário (ou a internet) te avisa sobre o quanto eles são frágeis (especialmente quando são mais novinhos) e podem morrer facilmente. Nisso, já bate um desespero do tamanho do mundo e a qualquer barulhinho diferente você já está correndo para olhar a gaiola, torcendo para que nada tenha acontecido ao seu roedor.

:’(

O Hamster é um dos animais mais engraçados que já vi em toda a minha vida. Absolutamente TUDO que eles fazem é estranho, bizarro ou extremamente tão fofo que você não consegue lidar com isso. 

O momento divino em que o seu hamsterzinho descobriu como girar na rodinha dele. A partir daí, você não consegue fazer mais nada a não ser observá-lo naquele movimento repetitivo estranhamente prazeroso para a pequena criatura. Mais engraçado ainda é quando eles tropeçam e se assustam, depois fazem uma cara de blasé e continuam girando. Ou então quando acontece isso
https://www.youtube.com/watch?v=vWHXPfFluCo

Hamsters são criaturas tão amáveis quanto cães ou gatos. Você precisa de um pouco de paciência para domesticá-los, mas eles com certeza retribuirão todo o amor que você der a eles <3 

por: Marielle Zum Bach



09 5 / 2014

No próximo dia 17 de maio é comemorado o Dia Mundial da Reciclagem. E, por ter a preservação do meio ambiente como um de seus principais compromissos, a Ambev organiza e apoia ações voltadas para a reciclagem com o Programa Ambev Recicla.

Eu, particularmente, adoto a reciclagem em casa e no trabalho, separando o lixo e reutilizando embalagens de outras formas como por exemplo: garrafas de vidro virando porta velas ou vasos decorativos.

Mas, além de te contar sobre a plataforma da AMBEV, nós do TPM queremos desafiar. Então conta pra gente: Como você recicla um item do seu cotidiano?

Mostre para nós, por meio de uma foto criativa no Twitter ou Instagram, como você contribui para a reciclagem com a hashtag #JuntosPorUmMundoMelhor. Pode ser a reutilização de um objeto, como você separa o lixo para reciclagem, se você joga o lixo nas lixeiras corretas (lixo reciclável e não reciclável), enfim, qualquer prática que você faça. Vamos mostrar a importância da reciclagem!

O prazo para participar é até sexta-feira, dia 09/05. No caso, hoje… mas corre que ainda dá tempo!

As 3 fotos mais criativas poderão curtir um jogo da Copa do Mundo na área vip de uma das Fan Fest, que ocorrerão nas cidades sedes dos jogos*. Cada ganhador terá direito a um par de convites e poderá curtir a emoção incrível de torcer pelo Brasil com uma super galera em uma área vip.

Partiu reciclar e ajudar o mundo? Assistir o jogo é bônus, o importante é aprender e mostrar que a reciclagem não só vale a pena como é necessária! ;)

*Os ganhadores irão curtir a Fan Fest na sua cidade ou na cidade mais próxima. Caso o ganhador não resida em uma cidade-sede, o transporte até a Fan Fest ficará por sua conta. Os ganhadores poderão ir até o ponto de encontro, a ser definido, que um transporte sairá de lá até o local do evento.



24 4 / 2014

Há 10 anos eu tinha 15, estava no último ano do ensino médio, fazendo um curso de web design nos fins de semana por influência da profissão do meu primeiro namorado, e com muitos pensamentos e atitudes diferentes de hoje em dia.

Não sei bem o que eu teria para dizer à uma Alice de 15 anos, mas vou arriscar alguns palpites:

- Não se abale tanto com o amor. Ninguém morre por causa dele, nem pela falta dele. Você vai descobrir que o sofrimento é intenso e que as pessoas não se importam com isso.

- Você vai reprovar em Física por que o professor é realmente um cuzão, que ficou de cara por ter sido denunciado por você por ter dado uma prova com conteúdo equivocado, e pra não repetir o ano vai ter que sacrificar as férias em uma dependência. Lembre-se: a culpa foi toda do professor incompetente, e não da sua inteligência, MESMO.

- Continue trocando cartas e nunca perca o contato com sua amiga Bárbara. Vocês ainda vão se conhecer pessoalmente um dia e ela vai se mostrar uma verdadeira irmã.

- Por alguma besteira, ela vai deixar de falar com você. Conserte isso.

- Não se limite achando que algo não é pra você. Você costuma pensar que nunca vai viajar de avião, por exemplo, mas num futuro próximo isso vai ser coisa de rotina.

- Não mude para agradar os outros. Seja sempre você mesma.

- Use seu presente de 15 anos (violão), se dedique a aprender a tocar. Você vai gostar muito disso pro resto da vida.

- Aproveite o clube de jovens da igreja, é com eles que você vai aprender sobre a bíblia e ter um embasamento sólido para afirmar com razão que não é cristã e não acredita em deus.

- Seus pais vão se separar. Vai ser melhor assim.

- Você vai ter alguns primeiros empregos sofríveis e curtos, mas aproveite-os: vão te ensinar algumas coisas sobre a vida profissional.

- Não mate tantas aulas, não tranque a matrícula do técnico em informática, não desista. Você vai gostar de Programação e seria interessante continuar praticando, mesmo não seguindo essa carreira.

- Você acredita que faculdade é inútil. Você vai mudar de ideia. Se puder mudar mais cedo, melhor.

- Em alguns meses, você vai conhecer Placebo e assistir ao show deles por R$30. O primeiro show internacional da sua vida. Por um preço raro.

- Logo você vai trocar de namorado e perceber que tudo que passou com o primeiro foi uma grande palhaçada de criança. Depois vai trocar de novo. E de novo. Mas vai valer o aprendizado.

- Você vai morar em outro estado e vai detestar. Mas as experiências são sempre válidas, lembre-se disso.

- Aproveite o tempo com sua vózinha. Ela não vai viver pra sempre :/

- Você nunca vai trair um namorado, mas vai ficar com três caras comprometidos ao longo dos anos e se sentir um lixo depois. Evite. Continue acreditando nos seus valores.

- NUNCA DUVIDE DA SUA INTUIÇÃO.

- Os seus amigos vão crescer, casar, ter filhos, se mudar, mudar totalmente, sumir. Poucos vão continuar ao teu lado. Vai dar pra contar nos dedos de uma mão.

- Você vai sim morar sozinha e pagar suas próprias contas com seu salário logo, logo. E vai ter gatos lindos.

- Você vai descobrir o circo. E vai ver o Cirque du Soleil S2 do backstage S2S2

- Apesar de todo o sofrimento, da tentativa de congelar o coração, de querer parecer sempre forte, você vai ser feliz.

- PS: COMPRE AÇÕES DO FACEBOOK.

Fim :)
E vocês, o que diriam para vocês mesmos 10 anos atrás?



28 3 / 2014

Do mordomo. Fim do texto.

Não, gente, pára. O Alfred é ótimo. A culpa não é dele. A culpa nem sempre é do mordomo. Nem da Senhorita Rosa, nem do Coronel Mostarda. A culpa é sua. Sim, sua, de você mesmo que está lendo esse texto. Mas a culpa de quê? De tudo que acontece na sua vida. Sim. A culpa é sua.

Muitas pessoas se fazem de vítima colocando fatores externos como responsáveis pelas merdas que acontecem. Na verdade, os fatores são mais internos do que O.B. em período menstrual. A culpa é sua porque você é um idiota que pratica diariamente a auto-sabotagem.

Masoq é a auto-sabotagem, Mari? Auto-sabotagem (nada de alta sabotagem nem baixa sabotagem, é auto mesmo. Mesma situação do “auto-estima” que é uma coisa bem diferente de alta ou baixa estima. Aprenda isso logo ou vá embora desse mundo depressa.) é um lance onde você se fode de propósito porque não acredita que mereça conquistar algo. 

"AAAAAAAAAAAH MAS POR QUE ALGUÉM FARIA ISSO? EU NUNCA VOU FAZER ISSO COMIGO, SERIA MUITO ESTÚPIDO!" Sim, é bastante estúpido e sim, você faz isso. Logo, você tem atitudes muito estúpidas (o que não deve ser novidade, mas vamos prosseguir). 

Sabe aquele relacionamento lindo e maravilhoso com o homem de seus sonhos que, por algum motivo misterioso você terminou sem motivo algum? Então. Já parou para pensar que você terminou o seu namoro por simplesmente achar que não merece estar em um relacionamento bacana?

Você tem o amor que merece ter. Vi isso em algum lugar, acho que foi em “As Vantagens de ser Invisível”, um filminho muito bacana que, acredite, tem algo a mais do que a Hermione sensualizando. 

Sabe aquele emprego com o qual você sempre sonhou e se dá super bem, mas, por alguma razão inexplicável, começa a cagar em cima de tudo que conseguiu e depois bota a culpa no estagiário? Ou então, já interrompeu algum projeto profissional que tinha tudo pra dar certo por motivo nenhum? Então. Já parou para pensar que você fez isso porque simplesmente não se acha capacitada ou talentosa o suficiente para estar lá?

Pois é, você faz isso. Com mais frequência do que imagina. E não tem nada pior do que excesso de piedade própria. Esse vitimismo tosco que você começa a usar para se fazer de coitadinho estragado pelo destino. Muitas das vezes isso foi auto-sabotagem. Mas na maior parte mesmo você foi apenas incompetente, preguiçoso e chorão voutelevariéé

Ó. Aí. Já tá fazendo isso de novo. Pare de mimimi e comece a correr atrás das suas coisas sem que seja necessário todo mundo sentir pena de você e PARE DE GOSTAR DE SER UM COITADINHO. Ninguém gosta de coitadinhos e você nunca vai conseguir nada na vida desse jeito. 

Pare de querer ser um derrotado apenas para que todo mundo te dê atenção e te diga o quanto “você merece mais do que isso”. Adivinha só: as pessoas estão dizendo isso apenas para você parar de derramar catarro na calça nova delas enquanto chora as lamúrias da vida. 

A culpa de todas as merdas que acontecem na sua vida é sua. A culpa do seu sofrimento e vitimização excessiva é apenas sua. Se você se fudeu no trabalho, a culpa é sua. Se sua cidade está fudida, a culpa é sua. Se vai ter Copa, a culpa é sua. Se você tomou pau no vestibular, a culpa é sua. Dizer que a culpa não é sua apenas te exime da responsabilidade de tentar de novo e isso é mais tosco do que o Sidney Magal. 

Agora enxugue essas lágrimas, pegue de volta o restinho de dignidade que ainda te resta e vá viver sua vida sem botar a culpa no mordomo. Ou na Senhorita Rosa. Ou no Coronel Mostarda.

Escrito por: Marielle Zum Bach



10 2 / 2014

Se me perguntassem como é fazer 23 anos, eu responderia que é extamente igual a fazer 22, só que um ano depois. A verdade é que passar a data de aniversário não muda nada na sua vida, a não ser aquilo que você vai responder quando perguntarem a sua idade.

Me lembro direitinho de quando eu fiz 18, pensei que iam cair confetes do teto, uma chave de carro apareceria magicamente na minha mão e uma voz do Sílvio Santos vinda do além me diria que eu ganhei uma casa própria com móveis legais, o amor da minha vida, uma viagem pra Europa e um gato siamês. Nada disso aconteceu e eu tenho a suspeita de que a única coisa que realmente mudou é que a partir daí eu adquiri o direito irrevogável de ser presa.

image

Na verdade, eu acho que esse negócio de fazer aniversário é um pouco depressivo. Por alguma razão mística, quando vai chegando a data do meu aniversário, eu começo a ficar pensando sobre a minha vida e sobre todas as coisas que eu não já fiz. Começo a analisar uma lista criteriosa de super celebridades bem mais jovens que eu e isso me traz uma depressão e uma agonia de viver muito grande.

Como raios aquela Lorde é cinco anos mais nova que eu e já lidera a Billboard com mais de 200 mil cópias vendidas em uma única semana? A única coisa artística que já vendi na minha vida foi um desenho que fiz aos 8 anos, e foi a minha avó que comprou. Ele custou cinco reais. Justin Bieber, Miley Cyrus e todas essas pessoas polêmicas são mais novas que eu. A maior polêmica da minha vida foi ter largado a faculdade de Direito. So boring.

image

Fazer aniversário é uma coisa totamente superestimada pela sociedade. Especialmente quando você atinge uma idade onde você não vai acordar com brigadeiros e presentes pululando por todos os lados no fatídico dia. Antigamente eu também ganhava o direito mágico concedido pela minha mãe de cabular aula, o que era uma outra coisa boa.

Não que eu seja uma pessoa depressiva, mas por motivos cósmicos eu sempre fico ansiosa antes de uma data específica que, quando chega, não acontece absolutamente nada.

image

Não é exatamente um dia pior do que todos os outros. Eu até costumo ganhar um agrado ou outro, receber felicitações de todas as pessoas do mundo que eu nunca vi na vida (na verdade isso é meio que uma coisa chata, mas vá lá) e, no caso deste aniversário agora, em específico, me darei o direito de dormir até tarde e NÃO TRABALHAR! O fato de que o dia 16 de fevereiro cai num domingo, este ano, é um mero detalhe.

No mais, já agradeço os futuros “parabéns”, retribuo o “felicidades e sucesso” e “vida longa” a gente deseja a todazinimiga. Bjs, flw, vlw.

image

Postado por: Marielle Zum Bach



17 1 / 2014

Acabei de me formar em Jornalismo, agora no final do ano, e isso não é novidade para ninguém. ainda vou ter que pagar matéria, mas whatever. Mas pouca gente sabe que eu já cursei um ano de faculdade de Direito, antes de receber um anjo divino vindo do céu me dizendo “SAI DAÍ E VAI PRA COMUNICAÇÃO, MUIÉ”.

image

O motivo que me fez largar o curso foi: a minha necessidade incrivelmente grande de considerar subjetivo todo e qualquer julgamento feito por e sobre qualquer pessoa ou situação. Em suma: eu era uma chata da porra e nem eu me aguentava. Bom, chata da porra eu ainda sou, mas hoje eu até que me aguento.

Voltando ao assunto, eu sempre me senti no direito de julgar as coisas da forma como eu bem entendesse e sempre defendi o direito das outras pessoas me julgarem também (tendo eu, é claro, a prerrogativa de julgá-las por isso). 

Há pouco tempo, fiz um comentário JULGANDO a menina de Divinópolis (cidade onde moro), que foi parar no BBB, após assistir esse vídeo. O resultado, é claro, foi uma cachorrada de pseudo-amiguinha da dita cuja me JULGANDO invejosa e até questionando a minha inteligência (?).

Tenho certeza que, se a menina foi parar num programa exibicionista, fútil e narcisista como o Big Brother Brasil, ela escancarou as pernas a alma dela gritando a plenos pulmões:

_ ME VEJAM! ME JULGUEM! ME ADMIREM! ME ODEIEM!

image

Da mesma forma, eu posto minhas opiniões na minha página no Facebook e, agora também, no meu blog queridinho (EU  TPM SEMANAL) que voltou pra tristeza dazinimiga. Sim, também estou pedindo para ser JULGADA.

A verdade é que vivemos em um imenso tribunal onde julgamos e somos julgados por qualquer merda que fazemos. Então, queridinhas, parem de querer discutir o meu DIREITO de julgar, porque graças ao bom anjo ali de cima, eu não estou sentenciando ninguém à prisão perpétua ou anos de serviço comunitário. Vou continuar julgando as pessoas e vocês também vão continuar me julgando e assim o mundo continua. MOVE ON, BITCHES.

Não adianta querer colocar odem nesse tribunal porque eu estou fora de ordem, vocês estão fora de ordem, eles estão fora de ordem, o tribunal INTEIRO… está fora de ordem

image

 

PRONTO. AGORA ME JULGUEM.

Postado por: Marielle Zum Bach



10 1 / 2014

Se você está aqui pela primeira vez: muito prazer, nós somos o TPM Semanal.

Se você acompanhou a nossa história: seja bem-vindo ao TPM 2.0 - nós estamos voltando!

Em 2014, completamos 4 anos desde que decidimos escrever juntas - Alice, Carol, Malu e Marielle. A internet nos aproximou e nossa vontade de escrever nos fez dar vida ao TPM Semanal, que teve seus momentos de glória e também esteve por baixo. Passamos o ano passado inteiro desativadas, sem postagens. Falta de tempo, organização, enfim…

Mas estamos voltando! Pedimos a sua compreensão pois o momento é de “em obras”, tudo para melhorar pra vocês. Por favor, não nos deixem! Prometemos aqui seguir com esse trabalho que tanto gostamos e com certeza vocês não vão se arrepender. ;)

PS: Primeiramente, quem volta a escrever seremos eu (Alice) e Marielle.

Foi dada a largada para a nova temporada 2014!